Pub

Em comunicado de imprensa, a AHETA indica que a ocupação global média por quarto foi de 33,4 por cento, menos 7,7 por cento da verificada em fevereiro de 2009, e que as maiores descidas se verificaram nas zonas de Albufeira (menos 16,6 por cento), Tavira (-8,9 por cento), Monte Gordo e Vila Real de St.º António (-6,5 por cento).

A única subida registou-se em Loulé, concelho onde houve uma ocupação de mais de 18,9 por cento em relação a 2009.

Sobre as dormidas dos principais mercados, o mercado alemão foi o que sofreu uma maior quebra com menos 28,8 do que em fevereiro de 2009, logo seguido do mercado britânico que sofreu uma descida homóloga de menos 24,8 por cento. O mercado holandês subiu 4,8 por cento.

A AHETA informa ainda que a zona de Monte Gordo, no concelho de Vila Real de St.º António, foi a que registou a taxa de ocupação mais elevada (74,6 por cento), enquanto que as localidades de Lagos e Sagres registaram a taxa de ocupação mais baixa com 25,2 por cento.

As principais descidas, por categorias hoteleiras, registaram-se nos hotéis e aparthotéis de quatro estrelas (-12,3 por cento) e nos de aldeamentos e apartamentos turísticos de três e duas estrelas (-11,8 por cento), mas notou-se uma subida de 3,1 por cento nos aldeamentos e apartamentos de cinco e quatro estrelas.

Lusa

Pub