Pub

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Passavam poucos minutos das 16h quando um tornado varreu a cidade de Faro, atingindo a zona do Fórum Algarve deixando um rasto de destruição sobretudo nas imediações da superfície comercial.

O fenómeno meteorológico derrubou várias árvores, arrancou muitas chapas das coberturas de ‘stands’ de automóveis e de um posto de combustíveis, postes de iluminação, sinais de trânsito e vedações. Várias viaturas foram atingidas, mas não há registo de feridos. No Montenegro, as casas de algumas famílias foram atingidas, pelo que vão ser realojadas.

No centro comercial, a zona da restauração (piso superior) foi a mais atingida com muitos vidros partidos e algumas estruturas e telhas arrancadas, cadeiras e mesas arrastadas. As pessoas que se encontravam naquela zona começaram a fugir pelas escadas rolantes para o piso no rés-do-chão, gerando-se algum pânico entre os presentes.

Quem estava no hipermercado começou a ouvir o ruído no tecto, pensando que se tratava apenas de chuva forte, até que um estrondo, seguido da reação das pessoas que estavam na zona mais afetada, permitiu perceber que algo mais tinha acontecido.

O tornado, cujos ventos se calcula que tenham atingido rajadas entre os 150 e os 200 quilómetros por hora, terá seguido depois em direção ao concelho de Olhão onde também fez estragos e provocou ainda cortes de eletricidade.

com Lusa

Pub