Breves
Inicio | Sociedade | Trabalhos para remoção da draga que se virou em Olhão vão iniciar-se no sábado

Trabalhos para remoção da draga que se virou em Olhão vão iniciar-se no sábado

Foto © Luís Forra/Lusa

Os trabalhos para a remoção da draga que se virou na terça-feira na barra do Lavajo, na ria Formosa, perto da ilha da Armona, vão iniciar-se no sábado de manhã, depois de concluída a avaliação técnica, disse hoje o capitão do porto.

Em declarações à agência Lusa, Nunes Ferreira indicou que os técnicos e sete mergulhadores concluíram hoje “os trabalhos técnicos de verificação e preparação” para a colocação das cintas e dos materiais insufláveis para o resgate da embarcação.

De acordo com Nunes Ferreira, “existia uma pequena fuga de combustível que foi reparada, estando agora reunidas as condições de segurança”, para a colocação dos materiais que permitam remover a draga.

“Chegou-se à conclusão de que a melhor forma é virar a draga e pô-la a flutuar, operação que tem menores riscos”, frisou.

Nunes Ferreira acrescentou que os trabalhos vão decorrer durante o fim de semana e, “se tudo correr bem”, a remoção da embarcação pode ficar concluída no final do dia de domingo.

Contudo, o responsável ressalvou que o sucesso da operação está também dependente das condições do mar.

A draga, de 80 metros de comprimento e com 12 mil litros de gasóleo, virou-se na terça-feira de manhã, quando realizava trabalhos de reposição de areias junto à barra do Lavajo, na ilha da Armona, provocando a queda ao mar de quatro trabalhadores que foram assistidos com sintomas de hipotermia e um dos quais com queixas ao nível da coluna cervical.

No mesmo dia, as autoridades marítimas colocaram barreiras antipoluição para conter eventuais derrames de combustível e evitar eventuais riscos ambientais.

Verifique também

Incêndio de Aljezur: Seis pessoas retiradas das habitações por precaução devido ao fumo

Seis pessoas foram hoje retiradas das suas habitações no Monte Clérigo, concelho de Aljezur, “por …