Inicio | Sociedade | Trabalhos para remoção da draga que se virou em Olhão vão iniciar-se no sábado

Trabalhos para remoção da draga que se virou em Olhão vão iniciar-se no sábado

Foto © Luís Forra/Lusa

Os trabalhos para a remoção da draga que se virou na terça-feira na barra do Lavajo, na ria Formosa, perto da ilha da Armona, vão iniciar-se no sábado de manhã, depois de concluída a avaliação técnica, disse hoje o capitão do porto.

Em declarações à agência Lusa, Nunes Ferreira indicou que os técnicos e sete mergulhadores concluíram hoje “os trabalhos técnicos de verificação e preparação” para a colocação das cintas e dos materiais insufláveis para o resgate da embarcação.

De acordo com Nunes Ferreira, “existia uma pequena fuga de combustível que foi reparada, estando agora reunidas as condições de segurança”, para a colocação dos materiais que permitam remover a draga.

“Chegou-se à conclusão de que a melhor forma é virar a draga e pô-la a flutuar, operação que tem menores riscos”, frisou.

Nunes Ferreira acrescentou que os trabalhos vão decorrer durante o fim de semana e, “se tudo correr bem”, a remoção da embarcação pode ficar concluída no final do dia de domingo.

Contudo, o responsável ressalvou que o sucesso da operação está também dependente das condições do mar.

A draga, de 80 metros de comprimento e com 12 mil litros de gasóleo, virou-se na terça-feira de manhã, quando realizava trabalhos de reposição de areias junto à barra do Lavajo, na ilha da Armona, provocando a queda ao mar de quatro trabalhadores que foram assistidos com sintomas de hipotermia e um dos quais com queixas ao nível da coluna cervical.

No mesmo dia, as autoridades marítimas colocaram barreiras antipoluição para conter eventuais derrames de combustível e evitar eventuais riscos ambientais.

Verifique também

Despiste de motociclo provoca um morto no concelho de São Brás de Alportel

Um homem morreu ontem na sequência do despiste do motociclo que conduzia, na zona de …

Folha do Domingo

GRÁTIS
BAIXAR