Breves
Inicio | Sociedade | Três diretores demissionários no hospital de Faro por dificuldades nos serviços

Três diretores demissionários no hospital de Faro por dificuldades nos serviços

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Os diretores dos três serviços de Medicina do Hospital de Faro estão demissionários devido à falta de resposta para a sobrelotação de doentes e à alegada pressão para altas precoces, denunciou ontem o Sindicato dos Médicos.

Em declarações à agência Lusa, o secretário-geral do Sindicato Independente dos Médico (Sim), Jorge Paulo Roque da Cunha, disse que os três diretores dos serviços de Medicina do hospital do Algarve (Faro) pediram a demissão.

Segundo Roque da Cunha, aqueles serviços do hospital deparam-se com uma sobrelotação de doentes e com dificuldades de internamento.
O SIM refere que a administração do hospital tentou pressionar os serviços para que dessem altas antecipadas a doentes.

“É uma atitude irresponsável. Apelo a que o Ministério da Saúde invista no hospital do Algarve, invista nos serviços e os dote dos recursos humanos necessários”, afirmou Roque da Cunha à Lusa.

O secretário-geral do Sim voltou ainda a lamentar os atrasos na abertura de concurso para cerca de 700 recém-especialistas hospitalares que concluíram o internato há mais de 10 meses.

A agência Lusa contactou o Hospital de Faro, ficando a aguardar uma declaração.

Verifique também

Menos de um ano depois do início da operação já não há trotinetes no Algarve

Dez meses depois de terem sido anunciadas como uma mais valia para a promoção da …