Pub

TribunalDuas pessoas foram condenadas pelo Tribunal de Faro por terem feito um casamento de conveniência para permitir a legalização de um dos cônjuges em Portugal, anunciou na sexta-feira o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

Em causa estava um estrangeiro, de 31 anos, e uma portuguesa, de 52, que foram condenados respetivamente a “um ano e seis meses de prisão, suspensa na sua execução por igual período”, e “um ano e 10 meses de prisão” pela prática, “em coautoria, de crime de casamento de conveniência”, precisou o SEF em comunicado.

A investigação conduzida por elementos do SEF concluiu que o casamento se realizou “a troco de 2500 euros, com o objetivo de que o cidadão estrangeiro legalizasse a sua situação em território nacional” por via do matrimónio com uma portuguesa.

A sentença foi proferida pelo Tribunal de Faro na terça-feira, referiu ainda o SEF.

Pub