Pub

Ualg_widerA Divisão de Empreendedorismo e Transferência de Tecnologia (CRIA) da Universidade do Algarve (UAlg) vai atribuir “vouchers” de inovação a projetos no setor da energia e que contribuam para que a população idosa viva de forma autónoma.

Em comunicado, a UAlg adianta que os recibos se destinam a apoiar Pequenas e Médias Empresas que apresentem soluções para a construção e adaptação de casas e equipamentos domésticos que tenham em conta a eficiência energética e permitam melhorar a qualidade de vida da população idosa.

As candidaturas podem ser apresentadas até 31 de maio, sendo que os projetos podem ser financiados total ou parcialmente, com montantes entre cinco e dez mil euros, financiamento que provém do programa europeu WIDER, do qual a instituição de ensino é parceira em Portugal.

O programa prevê atribuir, através da Universidade do Algarve, um total de 50 mil euros, embora se estenda a um total de sete regiões do Mediterrâneo (são abrangidos também a Grécia, Itália, França, Espanha, Eslovénia e Bósnia Herzegovina).

As empresas que queiram candidatar-se aos “vouchers” de inovação recorrerão aos serviços dos peritos inscritos na bolsa transnacional, para desenvolver os seus produtos e serviços.

Após o fecho do prazo para as candidaturas, os projetos serão avaliados até julho, seguindo-se as fases de contratação e implementação (até abril de 2015), estando o pagamento previsto para os meses de maio e junho de 2015.

O Projeto WIDER, cofinanciado pelo Programa MED, tem como principal missão a promoção do crescimento sustentável das PME, Inovação e Desenvolvimento do Setor da Energia na área do Mediterrâneo.

Pub