Breves
Inicio | Economia | Utentes dos transportes públicos no Algarve aumentam 25% entre abril e junho

Utentes dos transportes públicos no Algarve aumentam 25% entre abril e junho

O número de utentes dos transportes públicos no Algarve aumentou 25 por cento entre abril e junho, tendo sido vendidos perto de 5.700 passes, anunciou no sábado a Comunidade Intermunicipal da região (AMAL).

Num comunicado enviado à agência Lusa, a associação que agrega os 16 municípios algarvios, refere que este aumento “supera as expectativas criadas com a entrada em vigor dos novos tarifários”, que passaram a ter um valor máximo de 40 euros.

“Em junho foram vendidos perto de 5.700 passes, um aumento de cerca de 1.200 títulos em relação a abril, registando-se uma subida da procura quer no transporte rodoviário quer no ferroviário”, sublinhou a AMAL.

A redução de preços dos transportes públicos, rodoviário e ferroviário, entrou em vigor no dia 01 de maio, passando os passes a ter um valor mínimo de 14 euros e um máximo de 40 euros.

Segundo a AMAL, está prevista arrancar no mês de setembro a redução adicional de 20% nos passes escolares, que já eram subsidiados pelos municípios em taxas médias de 50%.

A redução do preço dos passes dos transportes públicos é sustentada por verbas do Fundo Ambiental em cerca de um milhão de euros (97,5%) e das autarquias que asseguram os restantes 2,5%.

“Esta é mais uma medida da Comunidade Intermunicipal do Algarve para aumentar a procura dos transportes públicos e um passo para a descarbonização do sul do país”, justifica a entidade representante dos municípios no comunicado.

A AMAL acrescentou que tem está em estudo um modelo para a introdução de um passe intermodal, no sentido de melhorar qualidade de vida e mobilidade no distrito de Faro.

Verifique também

Hoteleiros algarvios preocupados com greve de motoristas mas confiantes nos serviços mínimos

A principal associação hoteleira do Algarve mostrou-se hoje “preocupada” com o impacto da greve de …

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.