Pub

Jovens, adultos e famílias "pararam" no seu dia-a-dia normal e entregaram-se a uma experiência de vivência comunitária.

A paróquia de Aljezur movimentou-se para receber os jovens de diversas paróquias do Algarve (Vila Real de Santo António, Tavira, Quelfes, S. Luís de Faro, S. Pedro de Faro, Quarteira, Loulé, Ferreiras, Paderne, Algoz, Matriz de Portimão, Monchique, S. Sebastião de Lagos e Bensafrim) e jovens das Dioceses do Porto, Setúbal e Lisboa.

Todos estes jovens ficaram acolhidos em famílias cristãs católicas e evangélicas do concelho de Aljezur.

O acolhimento começou às 19h, na sexta-feira, no salão dos Bombeiros Voluntários de Aljezur, onde após o jantar partilhado houve uma grande festa, animada pela artista local, Rita Melo.

O dia de sábado começou com a oração da manhã, às 8h30, na igreja matriz, seguindo-se uma manhã saudável, na qual após uma caminhada, os participantes tiveram a possibilidade de praticar algumas modalidades desportivas.

Após este momento de descontracção seguiu-se a oração do meio-dia.

À tarde deslocaram-se para o salão da Santa Casa da Misericórdia local, para uma tarde de reflexão, sobre o tema: "A vocação", onde o casal Patrícia e Samuel Mendonça, a irmã Beatriz (Carmelita Missionária) e o sacerdote José Joaquim Campôa partilharam as suas experiências vocacionais.

Ainda houve tempo para a arquitecta Natércia Francisco apresentar o projecto do Centro de Acolhimento e Espiritualidade a construir em Aljezur.

O momento forte de sábado foi a oração da noite, com a participação do Bispo do Algarve. A Igreja de Aljezur foi pequena para acolher as centenas de jovens, adultos e crianças que se juntaram para rezar a Deus.

Foi uma autêntica oração ecuménica, com a presença de um Pastor Luterano, membros das comunidades evangélica, ortodoxa e anglicana do concelho.

No Domingo, mais uma vez, o Pastor da Diocese juntou-se ao encontro, para presidir à celebração da Eucaristia.

O encontro terminou com um momento muito simples e forte de oração com um grupo de música religiosa, oriundo de Espanha, os Brotes de Olivo.

"Deste encontro ficou uma alegria interior em sermos cristãos e principalmente sentirmos esta pertença à bonita Diocese do Algarve", explicou João Cabral, organizador do encontro.

"Os jovens agradecem ao seu Bispo a sua presença amiga e incentivadora destas bonitas e simples experiências orantes e comunitárias ligadas à espiritualidade de Taizé", acrescentou, confidenciando que ficou também o desafio do presidente da Câmara Municipal de Aljezur, José Amarelinho, de alargar este encontro em termos internacionais.

Clique na foto para ver outras fotos

Pub