Pub

A feira, segundo o presidente da Junta de Freguesia de Vaqueiros, Daniel Neves, "é um evento de um dia que mais pessoas reúne no concelho de Alcoutim, tendo contado no ano passado com mais de 3000 visitantes de todo o Algarve e do Baixo Alentejo".

"No dia da feira temos visitantes que vêm de toda a região para participar na marcha de passeio regional que começa às 10:00. Normalmente vêm autocarros de Vila do Bispo, de Loulé, de São Brás de Alportel para participar na marcha", afirmou Daniel Neves.

O autarca acrescentou que a feira "é um evento em constante crescimento", precisando que, quando tomou posse do cargo pela primeira vez, há cinco anos, "apenas havia cerca de 20 stands e hoje existem mais de 50".

"Temos stands com produtores locais de pão e de queijo fresco, mas também de artesanato, desde a cestaria de vime, passando pela pintura em cerâmica, pelo barro, pela tecelagem em linho, pelos bonecos de juta, até à aguardente de medronho, ao mel e às tasquinhas de comes e bebes", explicou Daniel Neves, acrescentando que "haverá também animação musical".

Neves disse ainda que a Junta recebe pedidos de comerciantes de fora do concelho, mas prefere limitar a participação para dar prioridades aos produtores locais.

O concelho de Alcoutim é o único do Algarve que não tem território no litoral, é um dos mais afetados pela desertificação e pelo envelhecimento da população em todo o país e a feira do Pão Quente e do Queijo Fresco é uma forma de chamar a atenção para uma aldeia do interior normalmente pouco visitada.

Lusa

Pub