Pub

Saude_cuidados_paleativos_idoso_assistenciaUm grupo de voluntários da Escola Superior de Saúde da Universidade do Algarve vai encetar um projeto de apoio a idosos e de combate à solidão, disse à Lusa a coordenadora do projeto, Dulce Estevão.

Os voluntários vão estar disponíveis para “ajudar em pequenas tarefas, fazer um bocadinho de companhia, conversar, eventualmente ir buscar medicamentos e, como os voluntários têm alguma sensibilidade para as questões da saúde, sinalizar algumas situações e reportar ao gabinete de apoio ao idoso”, explicou aquela responsável.

O projeto “Histórias sem idade” conta com o apoio do gabinete de apoio ao idoso da Divisão de Ação Social e Educação da Câmara Municipal de Faro, que vai ser formalizado através de protocolo que vai ser hoje assinado.

O grupo de voluntários da Escola Superior de Saúde foi criado em 2012 e tem vindo a colaborar com várias instituições do distrito de Faro, tendo decidido avançar agora com um projeto próprio que possa ajudar a minimizar a solidão de alguns idosos.

Os técnicos da autarquia vão identificar um grupo inicial de três ou quatro idosos da cidade de Faro para o projeto e vão acompanhar as visitas iniciais dos voluntários.

Dulce Estevão explicou que a regularidade e o tempo de cada visita vão ser definidos de acordo com cada caso, conforme as necessidades dos idosos e a disponibilidade dos voluntários.

Atualmente, o grupo conta com sete voluntários disponíveis para o projeto “Histórias sem idades”, mas está a receber novas inscrições que poderão permitir alargar o projeto a mais idosos e até a outras zonas do concelho.

Pub