Pub

Com dois anos, um metro de altura e quase 200 quilos de peso, o animal, o primeiro da espécie no Algarve, “é esperado durante a tarde de terça feira, após uma viagem terrestre de cerca de seis horas”, disse à Lusa o diretor do parque algarvio.

Segundo Paulo Figueiras, o hipópotamo-pigmeu fêmea, de nome “Luna”, será apenas apresentado publicamente no sábado, dia em que o Zoo de Lagos celebra o seu décimo aniversário.

“Existe um período de adaptação do animal que é preciso respeitar”, observou aquele responsável, acrescentando que “a cria estava junto com os pais e agora ficará sozinha”.

Para acolher a cria, foi construído um novo espaço com cerca de 400 metros quadrados, com um lago, uma cascata e três zonas de recolha, tendo o investimento orçado os 70 mil euros, integralmente suportado pelo parque algarvio.

“É um esforço financeiro muito grande para um parque zoológico da nossa dimensão”, destacou Paulo Figueiras.

Oriundo da Libéria, o hipopótamo-pigmeu é uma espécie herbívora, que vive habitualmente em zonas de floresta tropical húmida, perto dos cursos de água, “sendo animais crepusculares e solitários, juntando-se apenas na altura do acasalamento”.

Segundo o diretor do Zoo de Lagos, em cativeiro são alimentados com luzerna, maçãs, cenouras e alimento concentrado.

Paulo Figueiras acrescentou que em 2011, o Zoo de Lagos deverá acolher uma segunda fêmea da espécie, “tendo as entidades espanholas formalizado já o pedido”.

Inaugurado em novembro de 2000, o Parque Zoológico de Lagos conta com 140 espécies de animais e 200 espécies botânicas dos cinco continentes.

Lusa

Pub