Pub

“A água está a 17 graus. Está mais quente do que eu pensava. Parece quase agosto”, exclamou Ana Bebiano, que pela terceira vez se desloca com a família à Praia do Pintadinho, no concelho de Lagoa, para começar o ano com um refrescante banho de mar.

O presidente da Junta de Freguesia de Ferragudo, Luís Alberto, disse hoje à Lusa que neste ano novo de 2011 o número de inscrições duplicou em relação ao ano transato.

“Batemos o recorde de participações desde que o Banho de Mar de Ferragudo começou, há cinco anos. Tivemos 95 inscrições”, informou Luís Alberto, adiantando que em 2012 vão organizar o evento em moldes diferentes.

Luís Alberto explicou que em 2012 vão convidar os adeptos do primeiro banho de janeiro na Praia do Pintadinho a pagar um “valor simbólico” no ato da inscrição que reverte para uma instituição de solidariedade.

Das cerca de 100 pessoas participantes no banho de mar, 30 banhistas eram estrangeiros oriundos da Holanda, Reino Unido e Alemanha que estão de férias de Passagem de Ano no Algarve, sendo os restantes participantes do concelho de Lagoa na sua maioria.

O mais famoso participante no evento foi o médico Piçarra Ramos, o mentor do Banho de Mar de Ferragudo.

Depois de nadar 1.200 metros e de ter regressado ao areal ensolarado da Praia do Pintadinho, Piçarra Ramos declarou à Lusa que a ideia surgiu-lhe quando percebeu que não existia nenhum primeiro banho de janeiro no Algarve, à semelhança do de Carcavelos.

Os repetentes na iniciativa recebem uma menção honrosa relativa aos melhores fatos de 2010 e os inscritos para o primeiro banho de 2011 receberam uma “t-shirt” alusiva e oferecida pelo município de Lagoa.

“Já é o quinto ano que venho ao banho e peço sempre saúde, paz, amor e muito dinheiro”, conta à Lusa Salomé Rocha, afirmando que a temperatura da água estava “ótima”. A amiga Alexandra Amaro também é repetente e que vem pela terceira vez ao primeiro banho de mar de janeiro para se divertir, conta.

Folha do Domingo/Lusa
Pub