Breves
Inicio | Política | Algarve com mais duas equipas de cuidados paliativos até ao início de 2015

Algarve com mais duas equipas de cuidados paliativos até ao início de 2015

Saude_cuidados_paleativos_idoso_assistenciaOs agrupamentos de Centros de Saúde do barlavento e do centro do Algarve vão ter equipas de apoio domiciliário dos Cuidados Paliativos, anunciou no sábado o presidente da Administração Regional de Saúde que, até agora, só disponibiliza o serviço a sotavento.

A Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve tem estado a dar formação especializada a médicos e enfermeiros que vão formar as duas equipas, estando previsto que a equipa do centro algarvio entre em funcionamento até ao final deste ano.

À margem de um debate sobre o estado da saúde no Algarve, realizado pelo PSD/Algarve, em Loulé, o presidente da ARS/Algarve, João Moura Reis, disse que a equipa do Agrupamento de Centros de Saúde do barlavento deverá estar pronta no primeiro trimestre de 2015.

“A nível central, uma equipa é pouco, mas não vamos estar à espera de ter duas ou três equipas para colocá-las ao mesmo tempo”, comentou.

Sem possibilidade de contratar mais profissionais, a ARS tem estado a reorganizar os seus serviços e recursos humanos para poder recrutar profissionais para estas equipas e formá-los para um tipo de cuidados exigente, estando prevista a integração de psicólogos.

Em 2007, foi formada uma equipa de apoio domiciliário de cuidados paliativos, que abrangia os concelhos de Faro, Olhão e Tavira, mas no âmbito da reestruturação dos cuidados de saúde primários e a criação dos agrupamentos de centros de saúde, a equipa ficou a garantir a cobertura nos concelhos de Alcoutim, Castro Marim, Tavira e Vila Real de Santo António, lê-se no portal da ARS/Algarve.

Os cuidados paliativos vão ser tema das jornadas temáticas promovidas pela ARS/Algarve, que estão marcadas para 27 e 28 de novembro, no auditório da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve, em Faro.

A implementação do Programa Nacional de Cuidados Paliativos em Portugal, a importância do trabalho realizado pelas equipas comunitárias de suporte em cuidados paliativos, a articulação entre os cuidados continuados integrados e as equipas de suporte em cuidados paliativos assim como os cuidados paliativos hospitalares e pediátricos são alguns dos temas de debate na segunda edição das jornadas de cuidados paliativos.

Verifique também

Catarina Martins veio ao Algarve prometer esforço para lutar contra precariedade laboral na próxima legislatura

A coordenadora nacional do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, garantiu na quinta-feira, no Algarve, que …