Pub

Ricardo_santosO algarvio Ricardo Santos concluiu no último domingo o Africa Open em golfe, de que foi líder na ronda inaugural, no grupo dos 20.ºs classificados, com 13 pancadas abaixo do PAR e mais sete que o vencedor.

Apesar de ter entrado com o “pé direito” no torneio disputado no clube de golfe de East London, na África do Sul, o golfista português foi perdendo sucessivamente posições, começando pela liderança, descendo a seguir para o segundo posto, depois para o 12.º e terminando a prova em 20.º, com um agregado de 271 pancadas nos quatro dias, 13 abaixo do PAR.

Ricardo Santos, que fez voltas limpas nos dois primeiros dias (62 e 66), sem um único buraco jogado acima do PAR, afastou-se do topo do torneio no terceiro dia, ao concluir a volta com 73 pancadas, uma acima do PAR do campo de East London.

Na volta de domingo, o golfista de Vilamoura fez um “eagle” (duas pancadas abaixo do PAR do buraco) e quatro “birdies” (uma abaixo no buraco), mas acabou por ser penalizado por cinco duplos “bogeys”, que o atiraram definitivamente para fora do “top-10” do torneio, embora permitindo-lhe ainda encaixar um prémio de 10.814 euros.

Santos, de 31 anos, que na passada temporada terminou cinco torneios do “tour” no “top-10” e amealhou prémios de montante superior a meio milhão de euros, ocupava atualmente a 89.ª posição do “ranking” europeu e o 216.º da tabela mundial.

Filipe Lima, o outro português nesta 11.ª prova do calendário do European Tour, a primeira divisão do golfe europeu, concluiu o Africa Open no grupo dos 44.ºs classificados, com um agregado de 274 pancadas, 10 abaixo do PAR.

Lima, que regressou esta temporada à primeira divisão europeia, depois de um ano no “Challenge Tour”, anotou cinco “birdies” e outros tantos “bogeys” no seu cartão de hoje, para uma volta de 71 pancadas, exatamente o PAR do campo do clube de golfe de East London.

O Africa Open, que distribui prémios no montante de um milhão de euros, foi ganho pelo sul-africano Thomas Aiken num “play-off” disputado com o inglês Oliver Fisher, após os dois golfistas terem terminado o torneio empatados na liderança com 264 pancadas, 20 abaixo do PAR.

Thomas Aiken, número oito do “ranking” europeu, venceu pela terceira vez um torneio do “European Tour”, encaixando um prémio de 158.500 euros.

Pub