Pub

Presidida pelo ex-presidente da Câmara de Faro, José Vitorino, a aliança lamentou, ainda, que “os poderes de Lisboa esqueçam e sacrifiquem o Algarve”, e que representantes da região “acabem quase sempre coniventes com quem está no Governo”.

Sugerindo que a economia do Algarve está “de rastos”, José Vitorino considerou uma “afronta” aos algarvios e uma “irresponsabilidade” que o PS se junte à Comunidade Intermunicipal do Algarve, que também já veio pedir o prolongamento das isenções.

Rúben Oliveira com Lusa
Pub