Inicio | Economia | Apólices de seguro acionadas após o temporal em Albufeira já ascendem a 15,5 milhões de euros

Apólices de seguro acionadas após o temporal em Albufeira já ascendem a 15,5 milhões de euros

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

A Associação Portuguesa de Seguradores (APS) anunciou na sexta-feira que já foram acionadas apólices no valor de 15,5 milhões de euros, em consequência do temporal que afetou o Algarve, na zona de Albufeira, a 01 de novembro.

Este valor, considerou a APS, “confirma a tendência anteriormente verificada de aumento do apoio da atividade seguradora às vítimas” das inundações que atingiram o centro da cidade algarvia há três semanas e que, a 17 de novembro, era de cerca de 14 milhões de euros, segundo dados avançados nessa data pela mesma associação.

“Dados recolhidos por esta associação junto das seguradoras permitem concluir que o número de participações de sinistros cobertos por apólices de seguro se aproxima dos 1.800, correspondendo a um montante total de indemnizações já pagas e de provisões constituídas superior a 15,5 milhões de euros”, enumerou a APS num comunicado.

A mesma fonte precisou que “o maior número de processos de sinistro abertos (acima dos 1.100) continua a dizer respeito a danos em habitações”, área de seguros cujas indemnizações se situam “na ordem dos 5,6 milhões de euros”.

A APS sublinhou que o “maior volume de danos em termos monetários se verifica em estabelecimentos comerciais e industriais (mais de 9,2 milhões de euros pagos e provisionados)”, que participaram às seguradoras “cerca de 365 sinistros”.

“Relativamente aos danos provocados em veículos automóveis, contabilizam-se cerca de 170 casos cobertos por apólices apropriadas, cujo montante ultrapassa os 550 mil euros”, acrescentou a APS.

A Associação Portuguesa de Seguradores considerou ainda que os valores já cobertos “sublinham a importância dos seguros na reposição do património afetado e das condições de vida das famílias e de exploração das atividades económicas”.

A 01 de novembro, vários concelhos algarvios foram afetados por chuva intensa e prolongada, tendo colocado a Proteção Civil em ação para fazer face a várias ocorrências, sobretudo na cidade de Albufeira, que foi a mais afetada, designadamente na zona mais litoral e turística.

Verifique também

Empresários algarvios reclamam falta de mão de obra em setores que vão sentir impacto da automatização

A destruição de 54 mil empregos no Algarve até 2030 devido à automatização é um …