Breves
Inicio | Igreja | Escolas de Leigos da Igreja algarvia vão fazer estudo da exortação apostólica do Papa

Escolas de Leigos da Igreja algarvia vão fazer estudo da exortação apostólica do Papa

Papa_exortacao_apostolicaO diretor do Secretariado para a Formação de Agentes da Pastoral da Diocese do Algarve apresentou na passada quinta-feira uma proposta para o estudo da exortação apostólica ‘Evangelii Gaudium’ (A Alegria do Evangelho) do Papa Francisco.

A formação, apresentada ao clero do Algarve no encontro com o bispo de Santarém na última quinta-feira, irá mesmo realizar-se neste ano pastoral de 2014/2015 na Escola de Leigos da vigararia de Portimão, uma iniciativa do Centro de Estudos e Formação de Leigos do Algarve (CEFLA) da Igreja algarvia, e que poderá também ser realizada nas escolas de leigos (entenda-se, membros da Igreja não clérigos) das restantes três vigararias (circunscrições eclesiásticas da qual fazem parte várias paróquias) da Diocese do Algarve.

O padre Mário de Sousa, que é simultaneamente o diretor do CEFLA, explicou que a metodologia da formação inspirar-se-á no método de revisão de vida “Ver, Julgar e Agir” da Ação Católica Portuguesa, uma espiritualidade laical muito presente no país entre 1940 e 1961 que os documentos pré-conciliares e do Concílio Vaticano II também ajudaram a viver.

A exortação apostólica será dividida em 10 temas que serão trabalhados mensalmente a partir de novembro. Cada encontro mensal, com a duração mínima de duas horas, incluirá um trabalho de casa prévio de cada um dos participantes que passará pela leitura dos números indicados da exortação e pelo preenchimento de uma ficha com os trechos que mais lhe chamaram a atenção, as passagens onde teve dúvidas e, por fim, as conclusões pessoais para a vida. Depois deste trabalho individual, haverá um trabalho de grupo no encontro mensal e a sessão conduzirá os formandos à ação, terminando com um momento celebrativo de oração.

Esta formação, embora aberta a todos os que queiram nela participar, destina-se sobretudo àqueles que têm responsabilidades paroquiais. Na apresentação, o bispo do Algarve regozijou-se com a iniciativa. “O importante é que este movimento de pôr nas mãos dos leigos esta exortação, continue”, afirmou D. Manuel Quintas.

Esta iniciativa vem assim responder ao que é pedido no programa pastoral da Igreja algarvia para este ano de 2014/2015. O documento, para além de exortar a que, a nível vicarial, se dê “continuidade à Escola de Leigos”, sugere ainda que, a nível diocesano, se possa “elaborar uma grelha de leitura da Exortação «A alegria do Evangelho» que proporcione o seu estudo a nível paroquial e/ou vicarial com grupos constituídos com este objetivo”.

Verifique também

Núcleo de Faro da LIAM celebrou 75 anos de trabalho missionário

O núcleo de Faro da Liga Intensificadora da Ação Missionária (LIAM) celebrou no passado domingo …