Pub

Câmara Municipal de LagosA Assembleia Municipal de Lagos aprovou, por unanimidade, uma proposta para exigir ao Governo a revogação da decisão de agregar os portos comerciais do Algarve à Administração do Porto de Sines, informou ontem o Partido Comunista de Lagos.

O Conselho de Ministros aprovou a 23 de janeiro o diploma que agrega os portos comerciais do Algarve e a Administração do Porto de Sines.

No comunicado divulgado na ocasião pelo Conselho de Ministros lê-se que a agregação cria “as condições para os investimentos que os Portos de Faro e Portimão carecem, desde há décadas, para o aumento da sua capacidade, quer na vertente de cruzeiros quer na vertente da carga”.

Ontem, o Partido Comunista Português (PCP) de Lagos vem informar que a Assembleia Municipal de Lagos aprovou, por unanimidade na reunião de 24 de fevereiro, uma proposta a exigir a “revogação da decisão do Conselho de Ministros de 23 de janeiro, onde foi aprovado o diploma que agrega os portos comerciais do Algarve à Administração do Porto de Sines”.

Na mesma nota de imprensa, o PCP de Lagos vem exigir a “criação de uma Administração Portuário do Algarve” e recorda que em julho de 2013 a Assembleia da República aprovou por unanimidade uma resolução recomendando ao Governo que fosse desenvolvida “uma política de organização das áreas portuárias que promova a eficácia e clarifique competências na gestão dos portos do Algarve”.

O PCP acusa o Governo de ter ignorado “ostensivamente a Assembleia da República” e de ter esvaziado “as entidades públicas e privadas e a população do Algarve de debater as competências sobre esta matéria vital e estratégica na região”.

Os portos do Algarve – Faro, Portimão e Vila Real de Santo António – registaram em 2013 um crescimento em todos os setores de atividade, das exportações ao turismo de cruzeiros, disse ontem à Lusa fonte portuária.

O porto de Faro, por exemplo, registou um crescimento nas cargas exportadas de 32% face a 2012, passando das 278 mil toneladas para as quase 400 mil toneladas movimentadas e o porto de Portimão aumentou o número de passageiros e de escalas em 2013, tendo registado um incremento de 8,83% em número de passageiros, passando dos 18.506 em 2012 para os 20.141 em 2013, e 16,67% em número de escalas, que aumentaram de 36 para 42.

Pub