Pub

Teixeira dos Santos apresentou hoje a atualização do Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC), que inclui um conjunto de medidas para 2011, 2012 e 2013, entre as quais a redução de transferências para as autarquias.

Macário Correia lamentou à Lusa que venham a caminho novas medidas para “apertar” com as autarquias.

Num contexto de crise, “com as dificuldades que os municípios já hoje têm, os ministérios não deviam dificultar o trabalho”, referiu.

O autarca lamenta ainda que as autarquias sejam penalizadas, “quando são os organismos que têm mais eficiência na aplicação de verbas e melhores ligações às empresas e instituições de solidariedade social”.

Até porque os municípios “são quem mais pode ajudar a resolver os problemas dos cidadãos”, realçou.

Lusa

Pub