Pub

Nuno Serafim, de 36 anos, disse à agência Lusa que decidiu aceitar o desafio de disputar a presidência daquela autarquia, "por existir a necessidade de mudança".

"É preciso mudar o paradigma da gestão atual, porque o concelho tem vindo a perder condições de sustentabilidade económica com reflexos acentuados nas condições de vida da população", frisou o candidato social-democrata.

É a primeira vez que Nuno Serafim concorre à presidência do município, onde desempenha, há dois mandatos, o cargo de deputado na Assembleia Municipal.

Nuno Serafim vai disputar a presidência da Câmara de Lagos com outros dois candidatos já anunciados – a professora aposentada Joaquina Matos (PS) e o advogado Artur Rego (CDS-PP).

Com a limitação de mandatos, o atual presidente, Júlio Barroso (PS), não pode recandidatar-se.

Nas últimas eleições autárquicas, o PS obteve 60,92% dos votos (cinco mandatos) e o PSD/CDS-PP 24,9% (dois mandatos), PCP/PEV 5,78%, BE 4,63% e MPT 0,73%, partidos que não conseguiram obter quaisquer mandatos.

Lusa

Pub