Pub

"Dar continuidade ao trabalho que tem sido desenvolvido desde há 12 anos e reforçar os projetos económicos e sociais no concelho e de apoio à população são os propósitos da minha candidatura", afirmou o candidato à Câmara de Albufeira nas eleições autárquicas de 29 de setembro.

Para o candidato, a liderança da autarquia constitui "um enorme desafio, numa altura de grandes contenções económicas", mas, sublinhou, "cabe às autarquias locais encontrar as soluções de investimento para promover o emprego e combater as assimetrias sociais".

Carlos Silva e Sousa, de 55 anos, advogado e agricultor de profissão, é atualmente presidente da Assembleia Municipal de Albufeira, cargo que ocupa pelo terceiro mandato consecutivo, deputado na Assembleia da República e membro da assembleia intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Algarve.

O candidato vai hoje formalizar a candidatura, pelas 20:00, no pavilhão desportivo de Albufeira.

O presidente eleito em 2009 pelas listas do PSD, Desidério Silva, deixou o cargo em 02 de novembro de 2012, para assumir a presidência da Entidade de Turismo do Algarve.

O autarca estava impedido de se recandidatar devido à lei de limitação de mandatos e foi substituído pelo vice-presidente, José Carlos Rolo, que não se candidata.

O executivo municipal, de maioria PSD, é composto por seis eleitos sociais-democratas e um do PS.

Nas eleições autárquicas de 29 de setembro, Carlos Silva e Sousa tem já como adversários conhecidos na corrida à Câmara de Albufeira os advogados Fernando Anastácio (PS) e Ana Vidigal (CDS).

Lusa

Pub