Pub

“Há algumas semanas pensavam que esta eleição eram favas contadas. Mas todos sabemos como são estes senhores a fazer contas. Regra geral, enganam-se”, afirmou o candidato, durante um jantar organizado pela coligação “Juntos por Faro”, que contou com a presença do ex-líder do PSD Marcelo Rebelo de Sousa

À mesma hora em que a candidatura social democrata festejava no mercado municipal de Faro realizava-se, a poucas centenas de metros, na baixa da cidade, um evento de apoio á candidatura do socialista Paulo Neves, na qual participava o secretário geral do partido, António José Seguro

“Ao saberem [o PS] que tínhamos um jantar marcado para hoje [quarta-feira], estes senhores apressaram-se a chamar o seu secretário geral para tentar retirar-nos o protagonismo, mas não o conseguiram”, disse Rogério Bacalhau, acusando a candidatura socialista de até hoje “não ter apresentado uma única proposta”

Sublinhando que a caminhada até ás eleições de 29 de setembro é difícil, mas por isso mais gratificante, o candidato do PSD mostrou-se confiante na vitória, apelando á participação eleitoral dos municípes, independentemente da sua orientação partidária

“Faro está numa encruzilhada e não pode escolher o rumo de uma certa fantasia eleitoralista”, justificou, defendendo que o executivo municipal não pode continuar a mudar de quatro em quatro anos, situação que levou a que Faro tenha hoje um atraso relativamente a outros concelhos vizinhos

Para o candidato social democrata e atual vice presidente do município, o concelho não precisa mais da “aventura” e “irresponsabilidade” que marcaram a anterior gestão socialista, que tratou “com leviandade” o erário público, o que fez com que a Câmara tivesse que recorrer a um plano de reequilíbrio financeiro

“Foi esta a herança que estes senhores que andam aí a brincar ao imobiliário nos deixaram”, frisou, numa alusão ao centro comercial Atrium Faro, edifício que implicou um investimento avultado, mas que está, há anos, praticamente vazio e abandonado, funcionando ali apenas duas lojas

O Atrium Faro – onde decorreu o evento do PS, que promete reabrir o espaço – foi construído no mesmo local onde funcionava o histórico Cinema de Santo António, convertido em 2007 em centro comercial com 30 lojas e três salas de cinema

A falta de arrendatários para as lojas e o encerramento dos cinemas ditaram a falência do centro comercial, situado na principal artéria comerrcial da cidade e que se encontra agora sob gestão bancária

Além do social-democrata, que concorre pela coligação “Juntos por Faro” (PSD/CDS-PP/MPT/PPM) estão na corrida para a Câmara de Faro o socialista Paulo Neves, o independente José Vitorino, António Mendonça (CDU), Vítor Ruivo (BE) e Vítor Silva (PPV-Partido Pró Vida)

Pub