Pub

Carlos Henrique vai, assim, liderar pela primeira vez um movimento independente numa candidatura autárquica em Monchique e tem já como adversários conhecidos o atual presidente da Câmara e candidato do PSD, Rui André, e Graça Batalim, cabeça-de-lista do PS.

Vereador na autarquia algarvia de 1993 a 2009 e presidente da Junta de Freguesia de Monchique entre 1985 e 1993, sempre pelo PS, Carlos Henrique respondeu “ao desafio de muitos monchiquenses, que não se revêm minimamente nos atores políticos”, para liderar “uma alternativa séria e capaz para conduzir os destinos” do concelho, segundo um comunicado do movimento.

O texto refere que Carlos Henrique vai tentar unir os eleitores em torno de “uma candidatura totalmente independente de partidos”, com apostas direcionadas para a educação e saúde como “pedras basilares”, para “uma gestão rigorosa e responsável” e para a revisão do Plano Diretor Municipal (PDM), que o movimento diz ter sido “ignorado pelo atual executivo” social-democrata.

“Para demonstrar que as pessoas estão no cerne das preocupações desta candidatura, a elaboração do programa eleitoral será efetuada a partir de um conjunto de reuniões com a população, as instituições e os principais agentes socioeconómicos locais”, prometeu ainda a candidatura independente liderada por Carlos Henrique.

Lusa

Pub