Pub

Francisco Amaral é o presidente da Câmara de Alcoutim desde 1993 e vai concorrer pelo PSD ao concelho vizinho de Castro Marim, mas a sua candidatura foi alvo de uma impugnação do Bloco de Esquerda que mereceu a concordância do tribunal de primeira instância

O candidato á Câmara de Castro Marim recorreu da decisão para o TC e ontem disse á agência Lusa que “se fez justiça, porque não fazia sentido ser privado de um direito inalienável da democracia, que é votar e ser eleito”

Francisco Amaral afirmou que a sua candidatura foi também alvo de um pedido de impugnação pelo PS. Por isso, considerou que BE e PS saíram “derrotados” com a decisão que autoriza as candidaturas de presidentes de câmara em limite de mandatos noutro concelho

<"Penso que fui o único impugnado por dois partidos, pelo BE e pelo PS de Castro Marim, que se calhar queriam ganhar na secretaria umas eleições que sabem de antemão que vão perder", observou ainda o candidato social-democrata