Pub

Escola_secundaria_louleO anúncio do recomeço das obras na Escola Secundária de Loulé foi aplaudido em moção deliberativa pelo executivo municipal, que pede obras na escola EB D. Dinis, em Quarteira, alertando para uma degradação avançada da mesma.

O aval do Governo para a conclusão das obras da Escola Secundária de Loulé é entendido pelo executivo como o “desbloquear de uma situação que a comunidade educativa via com enorme apreensão” e “altamente perturbador do sistema educativo local, que apenas concorria para a degradação da qualidade do serviço público de educação”.

Em comunicado, o executivo municipal avisa os responsáveis políticos governamentais para o avançado estado de degradação da Escola EB D. Dinis de Quarteira e para as suas “deficientes, degradantes e iníquas” condições de funcionamento.

A câmara disponibiliza-se a ser parceria do ministério na busca de soluções para a renovação ou substituição urgente daquela escola.

Neste momento existem 37 escolas com obras iniciadas. Em 14 delas os trabalhos estavam já a decorrer e noutras 14, inclusive a Escola Secundária de Loulé, estavam parados, mas o Ministério da Educação levantou esta semana a suspensão.

Há ainda nove escolas onde os trabalhos pararam por falência dos empreiteiros, sendo agora necessário promover um novo concurso público para reiniciar as obras nesses estabelecimentos.

A Parque Escolar foi criada pela governação socialista de José Sócrates, para modernizar as escolas secundárias do país. Mantém hoje, como missão, o planeamento, gestão, desenvolvimento e execução do programa de modernização da rede pública de escolas secundárias e outras afetas ao Ministério da Educação.

Pub