Pub

PredioO valor médio de avaliação bancária das casas (realizada no âmbito da concessão de crédito à habitação) no Algarve aumentou 4,7% em outubro face a setembro, fixando-se nos 1.298 euros por metro quadrado (m2), divulgou ontem o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Segundo o INE, a maioria das regiões NUTS II registou acréscimos do valor médio de avaliação e o Algarve e Lisboa (1.229 euros/m2) destacaram-se pela maior influência no aumento para o total do país, ao apresentarem variações de 4,7% e 0,4%, respetivamente.

Numa análise por tipologia de habitação, no valor médio de avaliação bancária dos apartamentos destaca-se o acréscimo registado na região do Algarve (66 euros/m2) para um valor médio de avaliação de 1.306 euros/m2, acima da média nacional de 1.060 euros/m2.

Face ao período homólogo, o valor médio de avaliação dos apartamentos no Algarve aumentou 2,0%, destacando-se, depois de Lisboa, nas variações positivas de grande parte das regiões NUTS II.

Nas moradias, o valor médio de avaliação bancária no Algarve fixou-se nos 1.273 euros/m2, correspondente a uma variação positiva de 2,4%. Juntamente com os Açores (1.003 euros/m2) e Lisboa (também com 1.273 euros/m2), o Algarve foi das três regiões com variação positiva.

com Lusa

Pub