Pub

“Estivemos melhor, criámos mais oportunidades de golo, mas infelizmente não ganhámos”, lamentou Carlos Azenha no final do encontro que encerrou a 22.ª jornada, em Portimão.

Segundo o técnico, a equipa algarvia “jogou bem, fez tudo humanamente possível, com um futebol ofensivo, e foi a que mais procurou o golo, tendo construído várias oportunidades para outro desfecho”.

Azenha destacou ainda que o Portimonense “saiu prejudicado pelas más condições do relvado, devido à chuva persistente ao longo da partida”.

Por seu turno, o treinador do Nacional manifestou-se “satisfeito” com o resultado e destacou também a “importância das condições climatéricas na produtividade da equipa”, considerando que o desfecho “era uma autêntica lotaria”.

Contudo, Jokanovic admitiu ter “tido alguma sorte, porque o Portimonense jogou muito bem, e teve mais oportunidades para marcar”.

“Estou satisfeito, porque conseguimos um resultado positivo num campo muito difícil”, concluiu.

Lusa

Pub