Pub

Loule_cidade_europeia_desporto_2015O desporto vai ter um calendário intenso em Loulé em 2015, ano em que aquele concelho algarvio vai ostentar a bandeira “Cidade Europeia do Desporto”, recebida ontem no Parlamento Europeu pelo presidente da Câmara Municipal de Loulé.

“Durante todo esse ano, em Loulé, o desporto será rei”, discursou Vítor Aleixo durante a gala de entrega das bandeiras das cidades e capitais europeias do desporto, vincando o empenho da autarquia em atrair cada vez mais pessoas do concelho para a prática desportiva, competitiva ou informal.

Além do programa concelhio, que vai ter mais de 800 eventos desportivos, o concelho de Loulé foi desafiado a ajudar na celebração da Semana Europeia do Desporto, que a organização europeia pretende que decorra em setembro do próximo ano.

“Compromisso com o desporto” foi o lema escolhido pela autarquia para promover o programa junto da população, que vai poder consultar as propostas desportivas disponíveis no concelho através das redes sociais e de um “site” oficial que será lançado em dezembro deste ano.

De acordo com os dados divulgados por aquela autarquia algarvia, no concelho existem 241 equipamentos desportivos, 137 dos quais públicos – incluindo espaços desportivos escolares – e 104 equipamentos privados, registando uma média de utilização mensal de 50 mil utentes.

A prática desportiva do concelho é impulsionada por cerca de 55 coletividades, cuja atividade se dispersa por 40 modalidades e envolve perto de oito mil praticantes, 4.421 dos quais são atletas federados.

Carlos Cabrita, desportista ligado ao triatlo e ao BTT e que arrecadou dezenas de títulos nacionais, e Cátia Martinheira, que este ano bateu o recorde nacional absoluto em natação, nos 200 metros costas, são dois dos 20 embaixadores que a Câmara de Loulé escolheu para ajudarem a promover e incentivar a prática desportiva de competição e amadora no concelho.

Integrado na comitiva que se deslocou a Bruxelas para receber a bandeira “Cidade Europeia do Desporto 2015”, Carlos Cabrita disse à Lusa que encara esta bandeira como o reconhecimento do trabalho já realizado no concelho na área desportiva e é uma ferramenta para a promoção do concelho em Portugal e na Europa.

Anualmente, a Associação de Capitais Europeias do Desporto (ACES) elege uma capital europeia do desporto e, no máximo, 20 cidades europeias do desporto, sendo que cada país tem, no máximo, duas cidades.

Além do incentivo à vertente competitiva, esta iniciativa promove o desporto informal e estilos de vida saudáveis.

O diretor do ACES Portugal, Nuno Santos contou à Lusa que a sua equipa vai trabalhar de perto com o município algarvio e que está a tentar angariar mais verbas para apoiar alguns dos eventos do calendário desportivo de Loulé em 2015.

Para 2015, a organização elegeu Torino (Itália) para Capital Europeia do Desporto, enquanto Praga foi nomeada para 2016, Marselha (França) será a capital desta inciativa em 2017 e Sófia será em 2018.

Durante a gala que decorreu no Parlamento Europeu, as cidades de Alcobendas (Espanha), Alhaurín de La Torre (Espanha), Badalona (Espanha), Bordéus (França), Burgas (Bulgária), Chiclana De La Frontera (Espanha), Loulé, Telde (Espanha) e Most (República Checa) receberam as bandeiras “Cidade Europeia do Desporto 2015”.

Em Portugal, Guimarães foi a primeira cidade europeia do desporto, em 2013, e, em 2014, o estatuto foi atribuído ao município da Maia.

Setúbal e Coimbra são as duas cidades portuguesas que já assumiram as suas candidaturas a “Cidade Europeia do Desporto” para 2016, concluiu Nuno Santos.

Pub