Pub

A celebração da Bênção das Pastas dos finalistas da Universidade do Algarve (UAlg) começou a ser promovida por cursos, devido à impossibilidade de realizar a tradicional bênção conjunta por causa da pandemia de Covid-19.

Recorde-se que já o ano passado a pandemia impediu a realização da bênção dos finalistas e este ano, a Capelania da UAlg, em conjunto com a própria instituição académica, encontrou esta solução para que pudesse ser celebrada a bênção das pastas.

A turma finalista da licenciatura em Turismo foi a primeira participar naquela celebração que teve lugar no passado sábado, 22 de maio, na igreja de São Pedro.

Num contexto diferente e mais intimista, que contou com a presença de 20 finalistas e seus familiares, a mensagem desafiou os universitários a serem «semente» para aprofundar a sua cultura e a defesa das suas raízes, conforme afirmou o cónego Carlos César Chantre, capelão da UAlg, que presidiu à celebração.

Ao Folha do Domingo, o capelão da UAlg considerou ainda que este modelo de celebração, encontrado devido às condições impostas pela pandemia, poderá ser o ponto de partida para uma reestruturação da própria bênção das pastas no futuro, por forma a ser melhor vivida pelos seus destinatários.

Aquela matriz de Faro será, aliás, a igreja que vai acolher as bênçãos dos restantes cursos ao longo das próximas semanas. A agenda das próximas celebrações contempla, então, no próximo mês, a 12 de junho, pelas 19h, a bênção dos finalistas de Ciências da Comunicação; no dia 19, às 19h, a dos finalistas de Desporto; no dia 26, às 11h30, a dos finalistas do Ensino Básico, e às 16h, a dos finalistas de Engenharia Alimentar; e no dia 31 de julho, às 11h30, a dos finalistas de Enfermagem.

Ainda no próximo dia 5 de junho será realizada, pelas 21h, no Campus da Penha, uma celebração para finalistas de todos os cursos, sem a presença de familiares. A 9 de junho, também pelas 21h, celebrar-se-á também a Missa de Encerramento do Ano Letivo na igreja de São Pedro, que contará com uma breve atuação do grupo ‘In Versus’.

Pub