Pub

D. Manuel Quintas nomeou para as dignidades do Cabido da Sé de Faro (já noticiadas), o cónego Mário de Sousa como deão e diretor do museu, o cónego Carlos de Aquino como chantre e secretário, o cónego Rui Barros Guerreiro como arcediago e tesoureiro, o cónego Joaquim Nunes como penitenciário e o cónego José Pedro Martins como arquivista.

O bispo diocesano nomeou também o padre António de Freitas como cerimoniário da catedral.

D. Manuel Quintas nomeou ainda o padre Rui Fernandes como pároco in solidum das paróquias de Nossa Senhora do Amparo de Portimão, da Mexilhoeira Grande e de Odiáxere. O sacerdote jesuíta, que virá agora para a diocese para integrar a comunidade algarvia da Companhia de Jesus, tomará posse na eucaristia das 16h do dia 10 de outubro na igreja de Nossa Senhora do Amparo de Portimão. O padre Rui Fernandes substituirá o padre Frederico de Lemos que deixará a Diocese do Algarve para seguir para outro serviço.

O bispo do Algarve nomeou igualmente o cónego Carlos César Chantre, vigário geral, o padre António de Freitas, vigário para a pastoral, o cónego Mário de Sousa, vigário da vara de Portimão, e o padre Pedro Manuel, vigário da Vara de Loulé, para uma equipa de reflexão sobre a diocese.

D. Manuel Quintas indicou também para estágio pastoral os diáconos Fábio Pedro e Samuel Camacho, respetivamente, na paróquia de Quarteira e no Seminário de São José de Faro, como prefeito, e o seminarista Getúlio Bica nas paróquias de Santa Bárbara de Nexe e de Estoi.

Pub