Pub

Camara_municipal_castro_marimA Câmara de Castro Marim conta com aproximadamente 16 milhões de euros no orçamento deste ano, tendo como prioridades o reforço do apoio social e o alargamento da rede de abastecimento de água, disse na terça-feira o presidente da autarquia.

O orçamento de 2015 é inferior em quase oito milhões de euros face ao orçamento do ano anterior, uma situação que o autarca Francisco Amaral (PSD) explicou resultar da imposição legal de elaboração dos orçamentos municipais com base nas receitas efetivas.

Aquele autarca algarvio observou que já não é possível inserir nos orçamentos receitas incertas, como as receitas obtidas com a venda de imóveis, pelo que os orçamentos são mais realistas.

O orçamento municipal e as Grandes Opções do Plano para Castro Marim em 2015 foram aprovados por unanimidade em Assembleia Municipal, tendo ficado definido que cerca de 38% dos 16.067.395,00 euros do orçamento será investido em obras e projetos da autarquia.

Em comunicado, o executivo admitiu que o Orçamento de Estado de 2014 imprimiu constrangimentos ao desenvolvimento de alguns projetos que considera imprescindíveis para o concelho.

O abastecimento de água a todas as povoações, a construção da ciclovia na Estrada Nacional 125-6, a modernização do Mercado Municipal de Altura, a construção da Estrada Municipal Altura-Furnazinhas e a modernização administrativa dos serviços municipais são algumas das obras que o executivo pretende concretizar em 2015.

O apoio social às famílias carenciadas do concelho é um ponto vital das grandes opções do plano de ação do executivo, tendo Francisco Amaral sublinhado que o regulamento social vai ser revisto de forma a duplicar a capacidade de ajuda às famílias.

A revisão e alteração do Plano Diretor Municipal de Castro Marim é outra das prioridades que o executivo marcou para este ano, processo que Francisco Amaral espera poder criar medidas que atraiam mais investimento e empreendedorismo ao concelho.

Pub