Inicio | Política | Câmara de Castro Marim vai reabrir extensões de saúde após acordo com ministério

Câmara de Castro Marim vai reabrir extensões de saúde após acordo com ministério

Reuniao_secretario_estado_adjunto_saude_presidente_caamara_alcoutimO município de Castro Marim vai assinar, em abril, um acordo de transferência de competências e meios com o ministério da Saúde, no âmbito de um projeto-piloto que vai permitir reabrir extensões de saúde encerradas em outubro, disse o presidente.

Francisco Amaral, presidente da Câmara de Castro Marim, disse à Lusa que os princípios do acordo foram estabelecidos na quarta-feira, numa reunião entre o autarca, o secretário de Estado Adjunto da Saúde, Fernando Leal da Costa, e o presidente da Administração Regional de Saúde do Algarve, João Moura Reis.

O autarca explicou que o projeto-piloto no âmbito das transferências de competências e meios na área da Saúde é “pioneiro no Algarve” e vai permitir que a Câmara de Castro Marim “seja ressarcida dos custos que tem tido, por exemplo, com a unidade móvel com médico, com o transportes de doentes para o Hospital de Faro ou para os centros de saúde, com os programas de desintoxicação tabágica ou com operações às cataratas a munícipes”.

“Neste âmbito de bom entendimento e boa relação com o ministério, estabeleceu-se também o compromisso de, numa primeira fase, reabrir a extensão de Saúde do Azinhal e, numa segunda fase, reabrir a de Odeleite”, ambas encerradas em outubro, afirmou o presidente da Câmara.

Francisco Amaral disse que a reabertura da extensão do Azinhal “está encaminhada”, a autarquia “já fez o projeto de remodelação do edifício e vai, brevemente, iniciar a obra”, que visa renovar o interior da extensão de saúde e fazer a informatização, de forma aos profissionais poderem ter acesso aos sistemas de prescrição eletrónica.

“Essa análise das verbas está agora a ser feita e deverá constar do acordo que vamos assinar em abril”, precisou o autarca, ao ser questionado sobre se já estão apurados os valores que o ministério irá transferir para a autarquia no âmbito deste acordo.

Francisco Amaral disse também que “as boas relações entre o município e o ministério” e a experiência da autarquia em projetos na área da Saúde, como uma unidade móvel com médico que percorre as aldeias dispersa no interior do concelho ou o apoio a munícipes que querem deixar de fumar, levaram à escolha de Castro Marim para este projeto-piloto.

Verifique também

Luís Montenegro? “É um militante com as quotas em dia”, responde David Santos

O presidente do PSD/Algarve, David Santos, defendeu hoje que Rui Rio se deve recandidatar à …

Folha do Domingo

GRÁTIS
BAIXAR