Pub

O município de Olhão anunciou ontem que vai alargar a oferta, no próximo ano letivo, dos manuais escolares a todos os alunos que frequentam o ensino público do concelho, em todos os níveis de escolaridade, do 1.º ao 12.º ano.

Em comunicado, a autarquia adiantou que, no total, serão contemplados 5.500 alunos, num investimento público que ronda os 250 mil euros, prevendo-se que o material escolar seja entregue no início de setembro nas várias escolas do concelho.

Segundo a autarquia, os cerca de 2.000 alunos do 1.º ciclo vão receber todos os livros de fichas necessários a cada ano letivo e um ‘kit’ de material escolar, tal como aconteceu no passado ano letivo, em complemento com a oferta do Ministério da Educação, que fornece os manuais.

No 2º e 3º ciclos, a Câmara de Olhão oferece a todos os alunos os manuais e cadernos de exercícios de Português e Matemática e os alunos do ensino secundário vão receber os livros das duas disciplinas basilares, de acordo com os cursos que frequentam.

Citado no comunicado, o presidente da autarquia, António Miguel Pina, sublinhou que o município, mesmo não podendo resolver “todos os problemas”, pretendeu apoiar com esta iniciativa as famílias olhanenses.

“A importância que damos à Educação faz com que todos os anos procuremos inovar, entre outros aspetos, também no apoio que fornecemos aos alunos no início de cada ano letivo”, referiu.

A autarquia já oferecia os manuais escolares aos alunos do ensino básico, pelo menos, há dois anos, medida que foi agora alargada.

Pub