Breves
Inicio | Política | Câmara de Olhão com lista de obras urgentes dependentes de receitas adicionais

Câmara de Olhão com lista de obras urgentes dependentes de receitas adicionais

A Câmara de Olhão conta em 2017 com mais três milhões de euros do que em 2016, mas tem uma lista de obras urgentes que dependem do aumento de receitas fruto da venda de terrenos ou de apoios comunitários.

Em comunicado, o executivo municipal elenca na lista de projetos dependentes de receitas adicionais a construção do canil e gatil intermunicipal, a pista de atletismo de Pechão, a ampliação e requalificação da Escola Básica n.º 5, a requalificação da Escola Básica de Quelfes e a requalificação do Jardim de Infância de Pechão e as oficinas municipais.

O concelho de Olhão, distrito de Faro, conta com 25,2 milhões de euros no seu orçamento municipal de 2017, ou seja, aproximadamente mais três milhões do que este ano.

Uma evolução que o presidente da Câmara Municipal de Olhão, António Pina, considera revelar “uma melhoria sustentada na área da gestão orçamental” e que “espelha o equilíbrio das contas do município”.

A educação, o desporto, a juventude, a cultura e a ação social foram escolhidas como áreas prioritárias de investimento e intervenção municipal naquele concelho do distrito de Faro no próximo ano.

O orçamento prevê a conclusão de vários projetos e o arranque de algumas obras, como a requalificação de estradas, a renovação dos parques infantis, a requalificação do circuito de manutenção dos Pinheiros de Marim e as requalificações dos polidesportivos da Cavalinha, da Associação 18 de Maio e do Bairro 28 de Setembro.

Para ajudar a dinâmica económica do concelho, a autarquia decidiu manter os apoios dados aos empresários instalados no concelho e apoiar os que queiram investir em Olhão.

“Agricultura, conservas, aquacultura, pescas, hotelaria e restauração são setores importantes da economia de Olhão, que o município pretende continuar a apoiar e ajudar a expandir”, lê-se no comunicado enviado à comunicação social.

O orçamento aprovado pela Assembleia Municipal de Olhão em outubro deste ano destina ainda uma verba de 300 mil euros para a manutenção de jardins e espaços verdes de todo o concelho.

Para esta área, foi realizado um protocolo de delegação de competências entre a Câmara Municipal e as juntas de freguesia.

Verifique também

Câmara de Loulé faz proposta para limitar urbanismo em zona central de Quarteira

O executivo camarário de Loulé vai propor, na reunião de hoje, a criação de uma …