Pub

A lista única “Novo Sentido” vai integrar elementos das duas candidaturas, disse Luís Graça, futuro cabeça de lista à liderança do PS/Faro, cujas eleições decorrem em junho. Segundo Luís Graça, com esta convergência, o PS/Faro está a dar “um sinal de grande maturidade e de sentido de responsabilidade”, optando pela união de diferentes sensibilidades dentro do partido.

Mário Dias, por seu turno, explicou que a fusão das duas candidaturas surge num contexto de união e de participação ética entre os dois candidatos, que concluíram que havia mais coisas a uni-los do que a separá-los. O número dois da lista sublinhou que no processo de concertação foram valorizados aspetos comuns às listas que se repetiam em alguns objetivos e no rumo que pretendiam dar ao PS.

Vencer as autárquicas de 2013, em Faro, é um dos objetivos de Luís Graça, que integrou o executivo de José Apolinário, derrotado em 2009 pelo social-democrata Macário Correia.

Liliana Lourencinho com Lusa
Pub