Breves
Inicio | Sociedade | Cáritas Diocesana do Algarve vai doar 25.000 euros para as vítimas dos incêndios

Cáritas Diocesana do Algarve vai doar 25.000 euros para as vítimas dos incêndios

Foto © António Cotrim/Lusa

A Cáritas Diocesana do Algarve vai doar 25.000 euros para as vítimas dos incêndios dos últimos dias.

“Do dinheiro que a Cáritas tem vai fazer uma entrega de 25.000 euros para a conta que a Cáritas Portuguesa abriu e que se destina, numa primeira fase, às necessidades emergentes que vão sendo detetadas pelos técnicos que estão no terreno e, numa segunda fase de apoio, à reconstrução de casas e de postos de trabalho”, adiantou esta tarde ao Folha do Domingo o presidente da Cáritas algarvia, Carlos Oliveira.

A Cáritas Portuguesa abriu uma conta solidária – ‘Cáritas com Portugal abraça vítimas dos incêndios’ –, com o número 0001 200000 730 e o IBAN PT50 0035 0001 00200000 730 54, na Caixa Geral de Depósitos, para a recolha de donativos para o apoio às vítimas dos incêndios.

“Não podíamos deixar de manifestar a nossa solidariedade da mesma forma com que em 2003 e em 2005 fomos bafejados também por essa mesma solidariedade, aquando dos fogos de Monchique”, acrescentou Carlos Oliveira, lembrando ter sido com os donativos recebidos de todo o país que a Cáritas conseguiu levar a cabo naquela altura a recuperação de 12 habitações atingidas pelos fogos.

Aquele dirigente adianta que o dinheiro que vai ser doado é proveniente de donativos particulares que têm sido feitos nos últimos anos àquela organização católica e acrescenta que também está a ser definido se a Diocese do Algarve promoverá mais qualquer outra forma de ajuda às vítimas dos fogos.

“Há duas comunidades paroquiais que vão sensibilizar já no domingo os seus paroquianos para a partilha, fazendo a entrega à Cáritas dos valores que forem recolhidos. Iremos incluir esses valores naquilo que for definido”, acrescentou, sem querer adiantar quais são as paróquias. “Será anunciado em primeira mão nas paróquias pelos próprios párocos”, justificou, garantindo que “serão os mais pobres de entre os pobres que serão beneficiados”.

Verifique também

Câmara de Loulé doou receitas obtidas com o Carnaval a coletividades e IPSS

A Câmara de Loulé entregou cerca de 65.000 euros, provenientes das receitas do carnaval de …