Pub

A derrota por 0-2 em Vila do Conde, frente ao Rio Ave, precipitou a decisão do treinador do Portimonense de apresentar a demissão do cargo de treinador, onde substituíra Litos, que também se demitiu.

Carlos Azenha está à frente do Portimonense durante cinco jogos, tendo apenas um empate (1-1), no terreno da Naval, contra quatro derrotas.

Fernando Rocha, presidente do Portimonense, prometeu uma declaração oficial antes do treino de amanhã, marcado para as 15.30 horas no Estádio Dois Irmãos, em Portimão, recusando reagir “a quente” à demissão do técnico.

Folha do Domingo/Lusa
Pub