Pub

A celebração que une a manifestação pública da campanha de Natal da Cáritas ‘10 Milhões de Estrelas – Um Gesto pela Paz’ e a distribuição da ‘Luz da Paz de Belém’, partilhada pelo Corpo Nacional de Escutas (CNE), será realizada no próximo dia 17 deste mês, na Sé de Faro.

A iniciativa volta a não contar este ano com a tradicional ‘Marcha da Paz’ devido à pandemia de Covid-19. A celebração, presidida pelo bispo do Algarve, D. Manuel Quintas, terá início pelas 21h na catedral de Faro, onde será feita a entrega da ‘Luz da Paz de Belém’ aos agrupamentos do CNE e à Cáritas Diocesana do Algarve que a levarão para as paróquias. A chama será depois distribuída, a partir das eucaristias do fim de semana seguinte, 18 e 19 de dezembro, a todos aqueles que, munidos de lanterna, a pretendam levar para casa.

A tradição da ‘Luz da Paz de Belém’ foi iniciada há cerca de 25 anos, na Áustria, resultante de uma ação caritativa a favor de crianças portadoras de deficiência e de pessoas carenciadas, promovida pela televisão pública austríaca.

Rianna Danho, de 9 anos, foi a criança escolhida este ano para recolher a luz na igreja da Natividade, em Belém • Foto © ORF

Desde então, todos os anos uma criança daquele país é convidada a recolher a luz da igreja da Natividade e, a partir de uma celebração ecuménica realizada na Áustria, a distribuí-la pela Europa, acompanhada de uma mensagem de paz. Desde 1990 muito difundida pelos escuteiros, a ‘Luz da Paz’ é atualmente recebida em cerca de 35 países.

Tobias Nußbaumer, a criança eleita para a transportar pela Áustria • Foto © ORF

Este ano 65% do total de verbas recolhidas com a venda das velas da 19ª edição da campanha ‘10 Milhões de Estrelas – Um Gesto pela Paz’ vai reverter para os beneficiários das Cáritas Diocesanas. O presidente da Cáritas Diocesana do Algarve destaca que o valor atribuído àquela instituição visará ajudar os mais necessitados, quer a nível diocesano, quer a nível paroquial.

Os restantes 35% serão aplicados em “projetos de resposta ao impacto das alterações climáticas” nos países lusófonos, para apoiar as populações mais vulneráveis.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

A operação ‘10 Milhões de Estrelas – Um Gesto pela Paz’ é uma iniciativa solidária que nasceu em França e que começou a ser promovida em Portugal em 2003, tendo como principal objetivo incentivar a sociedade civil, os cidadãos, a contribuírem para a melhoria das condições de vida de pessoas e povos desfavorecidos, atingidos por fenómenos como a pobreza, a guerra, as catástrofes naturais, as desigualdades sociais.

A campanha tem lugar durante o Advento (tempo litúrgico que precede o Natal no calendário católico) e é concretizada através de manifestações públicas de natureza religiosa, cívica, cultural e artística, desenvolvidas pela Cáritas Portuguesa e pelas Cáritas Diocesanas.

Pub