Breves
Inicio | Sociedade | Centro de Ciências do Mar da UAlg integra projeto europeu para estimular aquacultura

Centro de Ciências do Mar da UAlg integra projeto europeu para estimular aquacultura

Centro_cencias_mar_ualgO Centro de Ciências do Mar (CCMAR) da Universidade do Algarve foi selecionado para um projeto europeu que pretende promover o aumento da aquacultura até 2020, disse na sexta-feira à agência Lusa o responsável por aquela estrutura.

Adelino Canário revelou que o projeto permite a disponibilização de infraestruturas de investigação dos parceiros envolvidos a investigadores de outros países e instituições e, também, à indústria.

“Além de permitir que investigadores de outros países possam, por exemplo, vir aqui às nossas instalações fazer investigação, este projeto tem também como objetivo tentar atrair a indústria, os aquicultores a utilizarem as nossas instalações”, disse, acrescentando que também permite a encomenda de estudos ao CCMAR.

O projeto foi lançado com base na convicção de que o setor aquícola europeu pode aumentar a produção se houver investigação de excelência e se os resultados forem acompanhados de inovação e crescimento industrial, refere o CCMAR em comunicado.

O projeto Aquaexcel 2020, que terminará em outubro de 2020, é financiado pelo programa Horizonte 2020 e envolve 22 organizações parceiras de 12 países europeus e dá continuação ao projeto Aquaexcel que decorreu no anterior quadro comunitário.

A par da promoção da mobilidade de investigadores no espaço europeu e do envolvimento com a indústria, o Aquaexcel 2020 procura a máxima utilização das instalações existentes na Europa, abrangendo nesta fase 39 estações de topo de aquacultura.

No caso do Algarve, será disponibilizada a estação experimental do Ramalhete, na Ria Formosa.

O projeto conta com um orçamento de nove milhões de euros, prevendo os responsáveis usar metade da verba na construção de um portal eletrónico que sirva de plataforma transnacional de infraestruturas de investigação onde sejam disponibilizadas informações sobre as estações, os serviços disponíveis para investigação e para o setor privado.

Em comunicado, o CCMAR refere, ainda, que o projeto contempla formações, cursos presenciais e à distância nas áreas das tecnologias aquícolas e biologia.

Verifique também

Fogo em Tavira obriga a cortar Via do Infante, mas trânsito já reabriu

Um incêndio florestal deflagrou hoje na zona da Eira da Palma, em Tavira, no Algarve, …