Pub

Posse_junta_regional_algarve_cne_2016 (20)
Foto © Samuel Mendonça

O chefe nacional do Corpo Nacional de Escutas (CNE) frisou na tomada de posse da nova Junta Regional e do novo Conselho Fiscal e Jurisdicional do Algarve que a “principal missão” daquelas estruturas regionais é “ajudar as comunidades locais”.

Norberto Correia, que desejou “uma boa missão” aos novos responsáveis escutistas, destacou no passado domingo, em Loulé, no Santuário de Nossa Senhora da Piedade, popularmente evocada como Mãe Soberana, a importância do trabalho realizado a partir das bases.

“É muito mais importante trabalharmos junto dos agrupamentos para que eles possam desenvolver a sua atividade – porque, essa sim, está muito próxima deles –, do que estarmos a criar atividades regionais muito bonitas, muito grandes, que aparecem nos jornais e que nos enchem de satisfação por vermos tanta gente junta e a fazer coisas bonitas. Peço-vos que tenham essa preocupação de ajudar os agrupamentos a crescer, apoiá-los”, pediu aquele dirigente na tomada de posse da nova Junta Regional do Algarve, evidenciando o sentido daqueles cargos. “Nós não assumimos estes cargos para criar atividades e maneiras de ocupar o tempo aos mais novos. Nós assumimos estes cargos para os ajudar na sua caminhada”, advertiu.

O chefe nacional lembrou ainda aos dirigentes escutistas que a sua tarefa “não é fácil”, mas “é muito gratificante”: “ajudar os mais novos a crescer, ajudá-los a serem pessoas e membros ativos desta Igreja que caminha”. “É uma oportunidade de servirmos a Igreja universal, servindo, cada qual, na sua Igreja local. O serviço é uma alegria que nos é facultada pela oportunidade de sermos dirigentes e escuteiros”, considerou, lembrando que o que está em causa é a educação, também cristã, de novas gerações. “Como dizia Baden-Powell é alguma coisa de importante que sejamos bons. E é essa proposta que se faz também aos escuteiros, mas mais do que serem bons é ajudá-los a fazerem o bem. É isso que lhes dará, certamente, a felicidade. E é para isso que nós aqui estamos, para os ajudar a levantar, fazer cumprir aquela ordem que o nosso «chefe» Jesus nos deu: «levanta-te e caminha»”, sustentou.

Norberto Correia, que condecorou o chefe regional José Cercas Vicente, disse ainda que a sua vinda ao Algarve para a posse da nossa Junta Regional fá-lo “sentir mais motivado ainda na construção de um CNE mais forte”.

Pub