Pub

“Alguns munícipes diziam que se calhar não tínhamos razão, mas agora confirma-se que a forma de estar e agir de Macário Correia não compensou e que, ‘tantas vezes o cântaro foi à fonte, até que lá ficou a asa’”, referiu o movimento, num comunicado enviado à Lusa.

O Tribunal Constitucional indeferiu o recurso interposto pelo presidente da Câmara de Faro, Macário Correia (PSD), confirmando a perda de mandato do autarca, segundo um acórdão ontem publicado no sítio de internet daquele tribunal.

No acórdão, datado de 10 de janeiro, lê-se que o Tribunal decidiu "confirmar a decisão sumária reclamada, proferida no dia 18 de outubro de 2012, e, em consequência, indeferir a reclamação apresentada".

Macário Correia foi condenado, em junho de 2012, pelo Supremo Tribunal Administrativo, a perda de mandato por violação dos regulamentos de urbanismo e ordenamento do território quando era presidente da Câmara de Tavira.

A Lusa tentou já obter uma reação do autarca, que disse que não vai comentar a decisão do tribunal.

Lusa

Pub