Pub

"Esta eleição (…) significa o momento mais importante do meu percurso de uma vida dedicada à causa pública, sempre baseada em funções electivas. É uma grande honra e uma responsabilidade maior, que exigem de mim um esforço acrescido para corresponder à confiança em mim depositada, e ao reconhecimento pelo trabalho que tenho desenvolvido. Sabe sempre bem receber esse reconhecimento, sobretudo, quando vem de fora do nosso próprio país", declarou o deputado algarvio, após a eleição.

Mendes Bota já era o primeiro vice-presidente daquela comissão para a igualdade de sexos, mas hoje foi eleito para a presidência do organismo europeu "sob o aplauso e o incentivo de várias deputadas e deputados de diferentes grupos políticos", lê-se num comunicado de imprensa enviado à Lusa.

"Este é o corolário de um trabalho parlamentar de quatro anos, durante os quais abraçou as causas do combate à violência contra as mulheres, à igualdade de oportunidades, à igualdade de género, quer em Portugal, quer em múltiplos países da Europa", indica o comunicado de imprensa do gabinete de apoio ao deputado social democrata Mendes Bota.

Mendes Bota foi relator por duas vezes sobre a campanha pan-europeia de "Combate à Violência Contra as Mulheres e a Violência Doméstica" e integra, actualmente, um comité europeu denominado CHAVIO, um projecto de Convenção que deverá estar pronto para apreciação do Conselho de Ministros do Conselho da Europa até ao final de Julho.

Em Portugal, o deputado algarvio foi o coordenador da campanha que a Assembleia da República levou a efeito por todo o país, entre 2006 e 2008, num esforço de sensibilização para o fenómeno da Violência Doméstica.

Pub