Pub

O Hospital de Faro foi ativado para receber doentes infetados com o novo coronavírus que causa a doença Covid-19, anunciou ontem a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, em conferência de imprensa em Lisboa.

Graça Freitas adiantou que, além do internamento, o hospital está apto a realizar testes laboratoriais a casos suspeitos de infeção.

Além do Hospital de Faro, estão preparados para receber doentes os hospitais de Santa Maria, Curry Cabral e Dona Estefânia (Lisboa), de S. João e Santo António (Porto), Pedro Hispano (Matosinhos), de Braga, Guarda e Coimbra (incluindo o hospital pediátrico).

Em Portugal há 39 pessoas com Covid-19, a maioria na região Norte. No Algarve foi confirmado pelo menos dois casos, em Portimão. No domingo, uma aluna da Escola Manuel Teixeira Gomes, e ontem a sua mãe, professora na Escola Básica Professor José Buisel, foram diagnosticadas com coronavírus depois de terem estado em Itália na semana de interrupção do Carnaval, tendo ambas regressado às respetivas escolas em 27 de fevereiro e sido diariamente acompanhadas pela equipa do SNS24.

A epidemia de Covid-19 foi detetada em dezembro, na China, e já provocou mais de 3.800 mortos.

Cerca de 110 mil pessoas foram infetadas em mais de uma centena de países, mas mais de 62 mil já recuperaram.

A Itália tornou-se no país mais afetado fora da China, com 463 mortos e mais de 7.900 contaminados, estando cerca de 16 milhões de pessoas em quarentena no Norte do país.

O novo coronavírus é uma família de vírus que pode provocar infeções respiratórias, como pneumonia.

com Lusa

Pub