Pub

Situação no Algarve no dia 31 de março de 2020
Permanece a existência adicional de 1 recuperado e de 1 óbito reportados no relatório de situação da região (respetivamente desde 27 e 29 de março do p.p.), que não constam do relatório de situação da Direção-Geral da Saúde. Ressalva-se, ainda que em número pouco expressivo, que na sequência da investigação epidemiológica dos casos de doença notificados, por vezes são alteradas as residências para a respetiva morada da ocorrência dos casos, de acordo com as diretrizes técnicas nacionais.

O número de infetados no Algarve pelo novo coronavírus é agora de 137, mais 15 do que ontem, segundo o boletim epidemiológico da Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve.

Situação no Algarve no dia 31 de março de 2020

A ARS acrescentou que a terceira morte no Algarve, ocorrida no dia passado dia 28 de março e confirmada pela Câmara de Lagoa, a segunda naquele concelho, continua a não estar incluída na contabilização da DGS, assim como o caso de um doente recuperado no concelho de Portimão que tem sido anunciado por aquela entidade regional desde o dia 27 de março.

A ARS ressalva ainda que “em número pouco expressivo” e “na sequência da investigação epidemiológica dos casos de doença notificados, por vezes são alteradas as residências para a respetiva morada da ocorrência dos casos, de acordo com as diretrizes técnicas nacionais”.

Situação no Algarve no dia 31 de março de 2020

A situação atualizada no Algarve é agora a seguinte: o concelho de Faro tem 35 casos (mais 3 do que ontem), o de Albufeira tem 33 (mais 8 de que ontem), o de Portimão tem 22 (mais 2 do que ontem), o de Loulé tem 22 (mais 4 do que ontem), o de Vila Real de Santo António tem 9 (mais 2 do que ontem), o de Lagoa tem 4 (os mesmos de ontem), o de Silves tem 4 (mais um do que ontem), o de Tavira tem 3 (os mesmos de ontem), o de Castro Marim tem 2 (mais um do que ontem), o de Olhão tem 2 (os mesmos de ontem) e o de São Brás de Alportel tem um caso (o mesmo de ontem).

Sem casos mantêm-se os concelhos de Aljezur, Vila do Bispo, Lagos, Monchique e Alcoutim.

Situação no Algarve no dia 31 de março de 2020

O primeiro caso de covid-19 no Algarve foi o de uma aluna da Escola Secundária Manuel Teixeira Gomes, em Portimão, confirmado no dia 8 de março.

Portugal regista hoje 160 mortes associadas à covid-19, mais 20 do que na segunda-feira, e 7.443 infetados (mais 1.035), segundo o boletim epidemiológico divulgado pela DGS.

Situação no Algarve no dia 31 de março de 2020

A covid-19, causada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, é uma infeção respiratória aguda que pode desencadear uma pneumonia.

Portugal, onde o primeiro caso foi confirmado a 02 de março e que está em estado de emergência até quinta-feira, entrou já na terceira e mais grave fase de resposta à doença (Fase de Mitigação), ativada quando há transmissão local, em ambiente fechado, e/ou transmissão comunitária.

Detetado em dezembro de 2019, na China, o novo coronavírus já infetou mais de 791 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 38 mil.

Dos casos de infeção, pelo menos 163.000 são considerados curados.

com Lusa

Pub