Pub
Situação no dia 22 de março de 2020

O número de infetados pelo novo coronavírus subiu no Algarve para 35, mais quatro do que ontem, e no país são agora 1.280 casos confirmados de infeção, anunciou a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Situação no dia 22 de março de 2020

Os quatro novos casos no Algarve são dois em Faro, concelho que passa a ter 12 casos,
outro em Lagoa, concelho que passa a ter 3 e um caso em Vila Real de Santo António, concelho que não tinha qualquer caso e passou agora a ter um. Em Portimão mantêm-se os 8 casos, em Silves os mesmos 3 de ontem, em Albufeira os mesmos 5, em Loulé os mesmos 2 e em Tavira o mesmo e único caso que já tinha.

Portugal tem 14 mortes associadas ao vírus da covid-19 confirmadas, mais duas do que no sábado, e 1.600 pessoas infetadas, segundo o boletim de hoje da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Situação no dia 22 de março de 2020

Estão confirmadas cinco mortes na região Norte, quatro na região Centro, quatro na região de Lisboa e Vale do Tejo e uma no Algarve, revela o boletim epidemiológico divulgado hoje, com dados referentes até às 24:00 de sábado.

De acordo com os dados da DGS, há mais 320 casos confirmados de infeção com o novo coronavírus, que provoca a doença covid-19, do que no sábado.

Comparando com os dados de sábado, que registavam 260 casos confirmados, houve um aumento de 23% no número de casos.

De acordo com os dados, uma morte foi registada na região norte e a outra na região de Lisboa e Vale do Tejo.

Situação no dia 22 de março de 2020

Desde 01 de janeiro existem 11.779 casos suspeitos, dos quais 1.152 aguardam resultado laboratorial. Houve ainda 9.027 casos que não se confirmaram e cinco doentes que já recuperaram.

De acordo com o relatório da situação epidemiológica em Portugal, existem 12.562 contactos em vigilância pelas autoridades de saúde, menos 4,5% face a sábado (13.155).

Das 1.600 pessoas infetadas pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2), a grande maioria (1.431) está a recuperar em casa, 169 estão internados, 41 dos quais em Unidades de Cuidados Intensivos, mais seis do que no sábado.

A região Norte continua a registar o maior número de infeções, totalizando 825, mais 181 do que no sábado, seguida da região de Lisboa e Vale do Tejo, num total de 534, mais 86, da região Centro, com 180 casos (mais 43), do Algarve, com 35, mais quatro, e do Alentejo com cinco casos, mais dois relativamente ao dia anterior.

Há cinco casos na Madeira, mais dois do que no sábado, quatro nos Açores (mais um) e 10 casos de estrangeiros (mais um).

Entre os doentes infetados, 821 são mulheres e 771 homens. A faixa etária mais afetada é a dos 40 aos 49 anos (314), seguida dos 30 aos 39 anos (288) e dos 50 aos 59 anos (282).
Há ainda 23 casos de crianças com idades até aos nove anos, 57 de jovens com idades entre os 10 e os 19 anos e 187 com idades entre os 20 e os 29 anos.

Os dados indicam também que há 354 casos de pessoas com idades entre os 60 e os 70 anos e 96 com mais de 80 anos.

Os dados da DGS apontam que 33 casos resultam da importação do vírus de Espanha, 24 de França, 20 de Itália, nove da Suíça, quatro do Brasil, sete do Reino Unido, cinco dos Países Baixos, dois de Andorra, dois dos Emirados Árabes Unidos, um da Bélgica, outro da Alemanha e Áustria, dois da Índia e outro do Irão.

Segundo a DGS, 36% dos doentes positivos ao novo coronavírus apresentam como sintomas febre, 24% dores musculares, 20% cefaleias, 16% fraqueza generalizada, 44% tosse e 14% dificuldade respiratória.

Portugal encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de quinta-feira.

O estado de emergência proposto pelo Presidente prolonga-se até às 23:59 de 02 de abril.

A pandemia da covid-19 já provocou 12.895 mortos e 300.097 pessoas estão infetadas em 169 países e territórios.

com Lusa

Pub