Pub

A Câmara de Lagoa anunciou hoje que vai prolongar o estado de alerta até 30 de abril, devido à pandemia da covid-19, mantendo encerrados os equipamentos municipais e cancelados todos os eventos, incluindo as comemorações do 25 de Abril.

Em comunicado, o município indicou que o prolongamento do estado de alerta, previsto no plano de contingência em vigor, foi decidido na segunda-feira em reunião do Grupo Operacional Municipal, “em função das previsões da evolução da pandemia da covid-19”.

Para travar a propagação e minimizar o risco de potenciais focos de contaminação da doença, a autarquia anunciou que vai manter as “ações especiais de desinfeção dos espaços públicos”, com aplicação de produtos certificados seguindo as recomendações da Direção-Geral da Saúde.

“A preparação e equipamento dos dois pavilhões polidesportivos das escolas do Agrupamento de Escolas Padre António Martins de Oliveira e do pavilhão Municipal Jacinto Correia, para apoio aos voluntários que vão ajudar quem mais precisa, é uma das medidas já implementadas”, prossegue a nota.

Entre os eventos programados para o mês de abril e agora cancelados estão o festival Sons do Fado, a inauguração da exposição comemorativa do 100.º do nascimento de Amália Rodrigues, o espetáculo da Orquestra de Jazz do Algarve, um concerto Promenade e a iniciativa Percursos do Património.

Na área do desporto, a autarquia cancelou o torneio internacional de futebol infantil, a Algarve Futsal Cup, a final da Supertaça do Algarve em futebol, a 7ª Milha da Bela Vista em atletismo, o torneio regional de cadetes de natação e a etapa de atletismo dos jogos de Quelfes.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 386 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram cerca de 17.000.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Em Portugal, há 30 mortes, mais sete do que na véspera, e 2.362 infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, que regista mais 302 casos do que na segunda-feira.

Portugal encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de quinta-feira e até às 23:59 de 02 de abril.

Pub