Inicio | Sociedade | Crianças e famílias beneficiárias da Cáritas do Algarve receberam brinquedos e cabazes de Natal

Crianças e famílias beneficiárias da Cáritas do Algarve receberam brinquedos e cabazes de Natal

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

A Cáritas Diocesana do Algarve voltou este ano a ser intermediária na doação de brinquedos a crianças carenciadas das famílias que apoia.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Os brinquedos foram oferecidos por clientes e colaboradores da ‘Primavera Business Software Solutions’, uma empresa que se dedica ao desenvolvimento de software de gestão e à comercialização de plataformas para integração de processos empresariais no âmbito do seu Programa de Responsabilidade Social Corporativa.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

“Como a ‘Primavera’ não estava a conseguir satisfazer todos os pedidos, solicitámos apoio ao Rotary Clube de Faro”, explicou ao Folha do Domingo, Ana Sofia Pereira, técnica de ação social da Cáritas algarvia, acrescentando que foram 60 as crianças ontem presenteadas (48 através da ‘Primavera’ e 12 do Rotary Clube de Faro).

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

A campanha, desenvolvida pela empresa que também trabalha em países como Espanha, Angola, Moçambique, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe e Quénia, intitula-se “Um brinquedo por um sorriso” e que tem vindo a realizar-se anualmente desde 2013.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

A Cáritas Diocesana do Algarve entregou também na quarta-feira 35 cabazes de Natal a famílias que não são beneficiárias da distribuição de alimentos ao abrigo do Fundo Europeu de Auxílio às Pessoas Mais Carenciadas (FEAC), mas recebem apoio alimentar mensal daquela instituição.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

O presidente da Cáritas algarvia explicou ao Folha do Domingo que também as 50 famílias beneficiárias do FEAC, num total de 165 pessoas, receberam o seu cabaz mensal “reforçado com outros produtos” nesta época de Natal.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

“Nesta altura contamos sempre com empresas ou particulares que nos ajudam na composição dos cabazes”, contou Carlos Oliveira, dando como exemplo um agricultor do Patacão que doou mais de 80 couves para todas as famílias e uma empresa de limpezas que financia anualmente o bacalhau.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Verifique também

Bispo do Algarve fará três visitas pastorais a oito paróquias em 2019/2020

O bispo do Algarve realizará três visitas pastorais a oito paróquias neste ano de 2019/2020. …