Pub

A deputada, natural de Santa Bárbara de Nexe, no interior algarvio, diz em comunicado que é necessário dotar a GNR de “maior investimento material e humano” para que se aumente o número de patrulhas nas zonas do interior.

A parlamentar e outro deputado algarvio do PSD elaboraram um conjunto de perguntas ao Ministério da Administração Interna sobre os níveis de segurança no interior algarvio e as condições de trabalho dos agentes da PSP em Portimão.

Segundo Antonieta Guerreiro, numa altura de crise acentuada e porque as relações de boa vizinhança “se foram perdendo” cabe às forças militares reforçar os patrulhamentos no interior, aumentando os níveis de segurança das populações.

Nos últimos anos, em algumas zonas do interior algarvio têm sido recorrentes os problemas com o tráfico de droga, assaltos a moradias e, mais recentemente, assaltos à mão armada a casas de comércio, refere a deputada.

“Numa altura de crise generalizada iremos assistir à degradação do tecido social e do poder de compra, aumento do endividamento das famílias e da procura dos mercados paralelos para aquisição de bens”, acrescenta.

Para a deputada social democrata, “com tanto dinheiro que as empresas públicas e alguns ministérios gastam em carros de alta cilindrada percebe-se que é possível reduzir a despesa pública em tantas coisas supérfluas e investir onde efetivamente faz falta”.

Lusa

Pub