Pub
Em comunicado divulgado hoje, Mendes Bota e Antonieta Guerreiro reclamam ao Governo que lhes forneça informações sobre o calendário previsível da obra, os custos do investimento e as especialidades de que disporá o novo hospital.

Os deputados querem também saber os serviços que a nova estrutura terá, nomeadamente novas especialidades e se estão previstos no futuro hospital uma Unidade de Queimados, um Hospital de Dia Pediátrico e serviços de Cirurgia Cardio-Torácica e de Cardiologia Pediátrica.

O enquadramento do ensino de Medicina no hospital e a da vertente de investigação científica é outra das questões que os deputados algarvios querem ver respondidas por acharem que é tempo de “voltar a exigir responsabilidades ao novo executivo”.

“Trata-se, sem dúvida, da prioridade das prioridades do Algarve para servir não apenas a população residente, com o afluxo de turistas que visitam a região”, dizem os social-democratas em comunicado.

Os deputados querem ainda saber exactamente quantas camas, salas operatórias, gabinetes para consulta externa e postos de hospital de dia terá a futura unidade, a instalar no Parque das Cidades, entre Loulé e Faro.

Pub