Pub

Idosos manifestam-se em frente a Administração Regional de Saúde do Algarve, contra o encerramento das extensões de saúde de Azinhal e Odeleite
Idosos manifestam-se em frente a Administração Regional de Saúde do Algarve, contra o encerramento das extensões de saúde de Azinhal e Odeleite
© Luís Forra/Lusa

Segundo um levantamento realizado pela agência Lusa, com base em informações de organismos oficiais, encerraram no Algarve 158 serviços públicos, desde o ano 2000, entre os quais oito extensões de saúde e sete Serviços de Atendimento Permanente (SAP), que deram origem a Serviços de Urgência Básica (SUB) ou a consultas de recurso, embora com redução no horário de atendimento.

Nos últimos anos encerraram ainda na região 20 estações dos correios, cinco tesourarias da Segurança Social e 84 escolas básicas do 1.º ciclo, tendo sido construídas 24 novas escolas, o que, segundo a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares, significa, contudo, um “saldo positivo”, já que apesar de menos escolas há agora mais salas de aula.

A Lusa tentou obter comentários a este levantamento por parte do Governo, mas fonte governamental disse que ainda não é oportuno falar do assunto.

Redação com Lusa

Pub